sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Alternância

Via Nilde Oliveira

As atividades estão de volta! 📢 👨 👩


Na noite de quarta (18-01-17), as jovens Josiane Santana e Luciana Pereira, alunas do Curso de Formação de Lideranças da Juventude, desenvolvido pela #COFASPI com apoio da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, realizou mais uma atividade de alternância, com apoio do Grupo Jovem criado na comunidade como resultado das reflexões provocadas nos participantes do Curso de Formação de Lideranças da Juventude.  O evento ocorreu na sede da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Coqueiros, município de Mirangaba/BA, desta vez para falarmos sobre a atual conjuntura política, economia solidária e geração de renda. A atividade contou ainda com a participação dos diretores da Associação de Barrocão de Cima.


Parabéns aos jovens! Parabéns aos que participaram! Parabéns Far Braz pela a dedicação a este projeto!!






quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Assembleia do Pró-Semiárido reuniu famílias de Mirangaba/BA

Cerca de 200 moradores/as de comunidades rurais participaram das discussões
Na última quarta (18), cerca de 200 moradores/as de comunidades rurais de Mirangaba/BA se reuniram para participar de uma assembleia que integra as ações previstas pelo projeto Pró-Semiárido, resultado da parceria entre o Governo da Bahia e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola. A atividade, realizada no povoado Paranazinho, foi organizada pela Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte (COFASPI) - uma das entidades que irá mediar a etapa inicial de seis meses do projeto para a construção de diagnósticos participativos e planos de investimentos para geração de renda e melhoria na qualidade de vida em localidades da região Semiárida.
 Encontro em Mirangaba/BA
“O projeto chama a comunidade para construirmos juntos”, ressaltou o coordenador, Robson Aglayton, na abertura da assembleia. O encontro contou com a presença de famílias das comunidades Mangabeira, Riacho, Umbiguda e Paranazinho que formam um dos territórios rurais do Pró-Semiárido em Mirangaba/BA; moradores/as de localidades vizinhas; além de profissionais que integram o projeto a fim de promover diálogos sobre a construção de um plano de ações voltadas para o desenvolvimento rural sustentável.
O intuito também foi de que as famílias participassem de votação aberta para escolher um/a jovem agente rural, responsável pela mobilização do território, além de selecionar associações comunitárias locais para firmar convênios e definir uma comissão de moradores/as para acompanhar o andamento das ações previstas para a etapa inicial do projeto, a exemplo de oficinas de planejamento e capacitações. “É um projeto que pode conscientizar mais as pessoas (...), gerar renda e novos conhecimentos”, ressaltou uma das moradoras do território rural, Janicleide Oliveira.
            Durante o processo de votação, foram respeitados critérios de gênero, etnia e participação de jovens nos diversos grupos formados por moradores/as. As famílias participantes esclareceram ainda quais setores agrícolas e não-agrícolas têm mais interesse de fortalecer, formando grupos de interesses para elaborar planos em áreas específicas, a exemplo da cadeia produtiva da mandioca, que no território rural é um dos potenciais indicados pelas famílias. “No projeto, são fundamentais os pilares sociais, ambiental, e econômico”, esclareceu o técnico social do Pró-Semiárido, Leomárcio Silva.

Pró-Semiárido – Ao todo, o Pró-Semiárido, com convênios firmados pela Secretaria de Desenvolvimento Rural com dez entidades de assistência técnica, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), abrange 32 municípios. Destes, a COFASPI irá atuar em quatro na etapa inicial: Ourolândia, Mirangaba, Saúde e Umburanas, na Bahia, acompanhando cerca de mil famílias. As ações da cooperativa são desenvolvidas por uma equipe formada por técnicos/as agrícolas e outros profissionais das ciências agrárias, além de ter o acompanhamento de equipes e supervisores da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional.

Texto e fotos: Luna Layse Almeida – Ascom/COFASPI

Álbum de imagens:










sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária reúne expositores/as do Piemonte da Diamantina


Neste sábado (17), a abertura oficial da Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Território Piemonte da Diamantina será às 14h na Praça da Matriz, em Jacobina/BA. Como parte da programação do evento, também serão realizadas ações formativas do Curso de Lideranças da Juventude que iniciam na sexta (16). Já a exposição de produtos da agricultura familiar e economia solidária será no dia 17 de dezembro. A feira é organizada pela Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte (COFASPI), com colaboração de parceiros/as e apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) da Bahia.
 “A feira é uma oportunidade dos agricultores que se conhecem ‘tá’ se juntando, trocando experiências e mostrar a realidade de cada comunidade. Seja através do produto orgânico, das hortaliças ou artesanato. Eu acredito que isso nos fortalece”, explicou a agricultora Janete Rodrigues que mora em Caém/BA e integra a Associação dos Pequenos Produtores da Fazenda Inácio João. Ela será uma das 60 pessoas que irá expor, a partir das 14h de sábado (17) na Praça da Matriz.
“O intuito da feira é a confraternização, o encontro (...) trazer pessoas novas, com culturas diferentes, com outras formas de agir, pensar e produzir, principalmente, para que esses expositores e expositoras possam se conhecer, formar uma rede de amizade”, esclareceu o diretor-presidente da COFASPI, Leonardo Lino. A mesa de abertura oficial do evento conta com a presença de representantes municipais e de organizações parceiras da cooperativa, a feira também terá trocas de experiências, além de apresentações culturais, com presença de artistas e grupos da região, a exemplo da banda de pífanos da comunidade Pau Ferro, em Jacobina/BA, e do samba de roda do povoado Coqueiros, em Mirangaba/BA, dentre outros/as convidados/as que se apresentam até às 22h.
Já no domingo (18), das 8h ao meio dia, a programação conta com oficinas temáticas gratuitas sobre adequação ao novo marco regulatório das organizações da sociedade civil; sementes crioulas; bem como, agroecologia e produção vegetal. Também será realizada uma roda de conversa sobre crise política e retrocessos nos direitos sociais, a fim de dialogar sobre a conjuntura política no contexto Semiárido e brasileiro. Para participar das atividades não é necessário fazer inscrição prévia.

Texto: Luna Layse Almeida – Ascom/COFASPI

sábado, 10 de dezembro de 2016

Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Território Piemonte da Diamantina

Saberes e sabores do Semiárido serão reunidos na Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Território Piemonte da Diamantina. O evento previsto para os dias 17 e 18 de dezembro irá ocorrer na Praça da Matriz, em Jacobina/BA. Onde trabalhadoras/es rurais, artesãs/ãos e artistas vão expor e vender alimentos agroecológicos, artesanatos e peças de artes que produzem. Na feira, também haverá apresentações culturais, oficinas e rodas de conversa. Aberto ao público, o evento tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar e economia solidária. Participe! 

Realização: COFASPI

Apoio: Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) do Governo da Bahia e Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR)

Parceiros/as: Secretaria de Cultura (Secult) do Governo da Bahia, Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Piemonte da Diamantina, Associação Afro Brasileira Quilombo Erê, Movimento de Mulheres de Jacobina/BA e Comitê de Enfrentamento Iara Iavelberg

Saiba mais na página do evento no facebook: Clique aqui!




quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Juventude com Atitude


Na tarde deste último sábado (01), o jovem Carlos Vando Freire Júnior, aluno do curso de Formação de Lideranças da Juventude, desenvolvido pela #COFASPI com apoio da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, realizou sua atividade alternância intitulada: Juventude com atitude! O evento ocorreu na sede da Associação Rural de Barrocão de Cima, município de Jacobina/BA.
O objetivo é ter em cada comunidade jovens lutando por melhorias coletivas, atuando de forma organizada e certos dos objetivos que necessitam serem alcançados formando uma articulação entre os jovens para exigir acesso as Políticas Públicas para a juventude!!!
No encontro foi feito um diagnóstico do atual cenário da região no tocante à participação popular, sobretudo por parte da juventude nos espaços de discussões e decisões ficando notório que muito ainda deve ser feito para a efetivação dos direitos.
O encontro contou ainda com a participação de jovens de Cafelândia, Cachoeira dos Alves e Cocho de Dentro.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Juventude

Neste sábado tem bate-papo com a juventude na comunidade Barrocão de Cima, em encontro promovido por mais um jovem que participa do curso de Formação de Lideranças da Juventude, desenvolvido pela#COFASPI com o apoio da Coordenadoria Ecumênica de Serviço. Não deixe de prestigiar! ;)



quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Jovens realizaram diálogos sobre direitos sociais e consciência política

A ação ocorreu no bairro Bananeira, em Jacobina/BA
Na última quarta-feira (28), jovens do curso de Formação de Lideranças da Juventude, desenvolvido pela COFASPI com apoio da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, realizaram o encontro “Dialogando na/com a Juventude” com integrantes do Projeto Social Casa Rebeca, localizado no bairro Bananeira, em Jacobina/BA. “Nosso objetivo foi debater enquanto jovens, sobre o nosso papel mediante o cenário social vivenciado”, ressaltou uma das organizadoras, Daiane Santana que promoveu a atividade com outro participante do curso, Adriel Brito.
Durante o encontro foi exibido o documentário “A Revolta do Buzu” (2003), dirigido por Carlos Pronzato, sobre manifestações estudantis ocorridas em Salvador/BA. Em seguida, os/as participantes dialogaram sobre a construção da consciência política e a busca pela garantia de direitos como a educação que transforma as realidades sociais. As discussões tiveram a contribuição da docente Maria Aparecida Monteiro de Oliveira, mestranda em Educação e Diversidade, e do professor Lucas Guimarães, graduado em História pela Universidade do Estado da Bahia. A atividade também teve o apoio do Padre José e da coordenadora do Projeto Social Casa Rebeca, Maria Cléa.
“Os caminhos trilhados pela juventude brasileira se apresentam cada vez mais desafiadores e cheio de entraves, principalmente, no que se refere às camadas populares, na zona rural, nas periferias e guetos das áreas urbanas. O diálogo entre estes espaços é necessário, independente das barreiras, pois a juventude tem que se compreender como sujeito de direitos, assim como de deveres. A nossa rebeldia é transformadora, autônoma, realizando ações, mobilizando e mostrando novas opiniões e perspectivas para um futuro melhor”, defende a jovem Daiane Santana.

Curso – Entre os dias 19 e 21 do mês de agosto, cerca de 30 jovens de municípios do Piemonte da Diamantina participaram do 1° módulo do curso de Formação de Lideranças da Juventude. Como proposta, um dos mediadores das atividades, Farnésio Bráz, sugeriu que os/as jovens participantes do curso realizassem, antes do início do 2° módulo, ações sociais e mobilizadoras nos locais onde residem. Até o início de setembro, já foram realizadas, por exemplo, intervenções nas comunidades Saracura, Cachoeira dos Alves, Coqueiro e no bairro Bananeira, em Jacobina/BA.

Com informações de Daiane Santana e edição de Luna Almeida (Ascom/COFASPI)
Foto: Daiane Santana