sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

RESULTADO PARCIAL DO EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 02/2014

Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte COFASPI

A Presidente da Comissão de Seleção de Pessoal da COFASPI, instituída pela Resolução 02/2014 de 01/04/2014 da Presidência da Instituição, torna público resultado dos (as) classificados (as) para a 2ª Fase, entrevista em sequência eliminatória, do Edital para Seleção de Pessoal 02/2014, para trabalhar no PROJETO MAIS ÁGUA II: Captação de Água de Chuva para Produção e Dessedentação no Semiárido Baiano, CONTRATOS Nº 060/2014 e 061/2014, ESTADO/SEDES/COFASPI.

A entrevista acontecerá de forma coletiva no dia 09 de janeiro de 2015 (sexta-feira), das 09h00 às 17h00, na sede da COFASPI (Rua da Aurora, nº 90, Bairro Leader, Jacobina – Bahia, CEP: 44.770 – 000).

Solicitamos aos (as) candidatos (as) selecionados (as) que tragam cópias do RG e CPF e, o original dos Antecedentes Criminais.

A Comissão de Seleção ratifica a necessidade de cumprimento do horário estabelecido para início da entrevista.

A COFASPI NÃO custeará despesas com deslocamento, hospedagem e alimentação dos (as) selecionados (as).

Qualquer informação ligar para:

(74) 3622 – 0017 - Fixo da COFASPI
(74) 9997 – 1616 / 9113 – 1868 / 8823 – 3332 / 8105 – 4212 - Nara Lígia – Presidente da Comissão de Seleção.

RESULTADO PARCIAL DO EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 02/2014
CANDIDATO (A)
RESULTADO
01
Adriano Francisco dos Santos
CLASSIFICADO
02
Adriano Oliveira Almeida
CLASSIFICADO
03
Andreson Santos de Souza
CLASSIFICADO
04
Assis Pereira da Silva
CLASSIFICADO
05
Claudinei Oliveira Souza
CLASSIFICADO
06
Dilmo Sousa dos Santos
CLASSIFICADO
07
Domingos Barbosa Ferreira
CLASSIFICADO
08
Edinaldo França de Souza
CLASSIFICADO
09
Edinoelson de Jesus Barreto
NÃO CLASSIFICADO
10
Edson Almeida Silva
CLASSIFICADO
11
Edson Reis Silva
CLASSIFICADO
12
Edvaldo Ferriera Gonçalves
CLASSIFICADO
13
Éverton Araújo Sousa
CLASSIFICADO
14
Êxodo Rodrigues da Silva Santos
NÃO CLASSIFICADO
15
Fábio Santana da Silva
NÃO CLASSIFICADO
16
Gabriel Rodrigues de Souza
CLASSIFICADO
17
Gleicia dos Santos Almeida
CLASSIFICADO
18
Glériston Gonzaga de Macêdo Freitas
NÃO CLASSIFICADO
19
Henrique Pereira de Sousa
CLASSIFICADO
20
Higo Silva Pinheiro
NÃO CLASSIFICADO
21
Jarielson dos Santos Santana
CLASSIFICADO
22
Jerfeson Nascimento Matos
CLASSIFICADO
23
João Bonfim Mendes
CLASSIFICADO
24
João Paulo Rodrigues Pina
CLASSIFICADO
25
João Santos da Silva Júnior
CLASSIFICADO
26
Judson Souza Oliveira
CLASSIFICADO
27
Luan Sena de Souza
CLASSIFICADO
28
Luciano Dias
NÃO CLASSIFICADO
29
Marcio Matos Lima
CLASSIFICADO
30
Marcos da Silva Machado
CLASSIFICADO
31
Marcos Rodrigues da Silva Santos
NÃO CLASSIFICADO
32
Marcos Sales dos Santos
CLASSIFICADO
33
Matteus Santos da Silva
CLASSIFICADO
34
Mauro Cardoso dos Santos
CLASSIFICADO
35
Micaela Silva Coelho
CLASSIFICADO
36
Micaele Sousa Ferreira
NÃO CLASSIFICADO
37
Neurimar Santos Moraes
CLASSIFICADO
38
Odison Santos Leal
NÃO CLASSIFICADO
39
Roni Gabriel França Nascimento
CLASSIFICADO
40
Ronivaldo Silva Santana
CLASSIFICADO
41
Rosangela Santos Sousa
NÃO CLASSIFICADO
42
Silene de Almeida Viana
NÃO CLASSIFICADO
43
Thaíse Pereira de Matos
CLASSIFICADO
44
Thiago Brito de Almeida
NÃO CLASSIFICADO
45
Ueslei dos Santos da Silva
CLASSIFICADO
46
Uilma da Silva Mendes
NÃO CLASSIFICADO
47
Valmário de Oliveira Ferreira
CLASSIFICADO
48
Welliton de Santana Ferreira
CLASSIFICADO



















































Jacobina – Bahia, 19 de dezembro de 2014.
Nara Lígia Almeida Silva
Presidente da Comissão de Seleção de Pessoal





ERRATA DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE PESSOAL – 02/2014


A Presidente da Comissão de Seleção de Pessoal da COFASPI – Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte, instituída pela Resolução 02/2014 de 01/04/2014 da Presidência da Instituição, torna público ERRATA DO EDITAL 02/2014 para selecionar profissional para trabalhar no PROJETO MAIS ÁGUA II: Captação de Água de Chuva para Produção e Dessedentação no Semiárido Baiano, CONTRATOS Nº 060/2014 e 061/2014, ESTADO/SEDES/COFASPI.

Onde se lê: Resolução 01/2014 de 19/02/2014.

Leia-se: Resolução 02/2014 de 01/04/2014.


Jacobina - Bahia, 19 de dezembro de 2014
Nara Lígia Almeida Silva
Presidente da Comissão de Seleção


quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

COMUNIDADE DE PILÕES COMEMORA IMPLEMENTAÇÃO DE TECNOLOGIAS SOCIAIS

No dia 15 de novembro, a Comunidade de Pilões, município de Ponto Novo, comemorou a implementação das diversas tecnologias sociais na comunidade, sendo elas quatorze Barreiros Trincheira Familiares, três Limpezas de Aguadas e dezesseis Cisternas de Produção, atendendo diretamente a demanda de trinta e três famílias agricultoras.

O Projeto Mais Água foi executado pela Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte – COFASPI, financiado pelos governos Federal e Estadual, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS e a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza – SEDES, e previa a implementação de cento e vinte e cinco tecnologias no município, atendendo cento e sessenta e uma famílias no total.

As famílias consideram o trabalho da COFASPI como fundamental para o desenvolvimento do município, principalmente nas zonas rurais, área de atuação do Projeto, pois a chegada dessas tecnologias traz a possibilidade de menos preocupação nos períodos de estiagem e continuidade da produção, uma vez que no semiárido esse período é longo.

Além do mais, os processos formativos/informativos são de extrema importância no desenvolvimento da agricultura familiar. É na troca de experiências que se faz possível o desenvolvimento de técnicas adaptáveis a

o nosso clima, por meio da experimentação, a criatividade e a coragem os/as agricultores/as são capazes de melhorar sua relação com a terra e com o clima, essas situações são oportunizadas no decorrer do processo de implementação dessas tecnologias.
 

A confraternização aconteceu na casa de Flori, membro da Comissão Municipal, e contou com a participação de aproximadamente cem pessoas, estando presentes beneficiários/as e familiares e colaboradores da COFASPI. Das trinta e três famílias atendidas com tecnologias de captação de água na comunidade, nove famílias receberam, também, os quintais produtivos, com o objetivo de incentivar a produção e a comercialização de produtos orgânicos, contribuindo para a soberania e segurança alimentar e nutricional e, a geração de renda dessas famílias.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

4º Encontro Regional de Agricultores e Agricultoras Experimentadores/as

CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO: Soberania alimentar e qualidade de vida na agricultura familiar

O dia amanheceu em festa, no dia 27 de novembro, para receber de diversos municípios da região agricultores/as familiares, na sede da Cooperativa de Trabalho e Assistência à Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte – COFASPI, para dá inicio ao primeiro momento do 4º Encontro Regional de Agricultores e Agricultoras Experimentadores/as. Esse encontro é uma realização da COFASPI, com apoio da Rede de Parceiros da Terra (REPARTE), Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE) e Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE).

Com o tema: CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO: Soberania alimentar e qualidade de vida na agricultura familiar. O evento teve na abertura mística com os elementos essenciais para a vida, símbolos que fortalecem as experiências, valorizam e dão visibilidade às atividades dos agricultores/as. “Mãos que alimentam a nação”.
 Na mesa de abertura, Leonardo Lino (Diretor/Presidente da COFASPI), além de dar as boas vindas e desejar um ótimo encontro de troca e partilha de experiências e experimentos, fala sobre objetivo e importância desse encontro. “O encontro de agricultores e agricultoras experimentadores/as é para mostrar para a sociedade como um todo, onde está à experimentação, a experiência, a pesquisa de verdade. A pesquisa experimentada acontece no quintal de cada agricultor e agricultora. É lá onde vocês testam, experimentam e tiram os resultados de cada pensamento, dica ou ideia trocada entre vocês”.
Em seguida, uma mesa técnica desperta atenção dos agricultores/as pela temática voltada às novas perspectivas para agricultura familiar, discutiu os temas Política de Convivência no Semiárido, ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) e Comercialização dos produtos da agricultura familiar. Contando com a participação de Agnaldo Rocha (ASA/Bahia-Cáritas NordesteIII), Robson Aglayton (ASCOOB/COFASPI) e Farnésio Braz (Fórum Baiano de Economia Solidária).

O segundo dia, o aconteceu intercâmbios de experiências sobre convivência com o Semiárido com base nos princípios da agroecologia, praticadas por outros s agricultores/as experimentadores/a familiares, que vem buscando alternativas de melhorar a vida no campo, garantindo renda familiar, segurança e soberania alimentar, além da preservação ambiental numa lógica de produção pautada na sustentabilidade. Em quatro grupos os agricultores/as seguiram para visitar 4 experiências diferentes: As comunidades de Coxo e Várzea Nova, Município de Jacobina. E no município de Caém, as comunidades do Giral e Inácio João.

As visitas da experiência da comunidade de Coxo de Dentro aconteceram na Associação Comunitária dos Moradores e Agricultores de Cocho de Dentro, que trabalham com extrativismo, beneficiamento de coco babaçu. E ainda, nas propriedades das agricultoras Conceição Almeida e Maria Conceição Correia. Que contam com diversidade de produção de alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos, comercializados na Feira Agroecológica de Jacobina.

A comunidade de Várzea Nova é marcada pela união e organização das famílias para conquistar melhores condições de vida e garantir a permanência no campo. Como exemplo, a conquista da cisterna de consumo, energia elétrica, água encanada e as cisternas de produção, através COFASPI, pelas quais as famílias passaram a produzir hortaliças, verduras e frutas, já que antes o único plantio era a mandioca. Atualmente, além da farinha, algumas famílias juntam o excedente da produção e comercializa uma vez por semana numa mesma barraca no distrito de Junco/Jacobina. “Se não fosse nossa união não teríamos nada aqui”, diz Lindalva.

Na comunidade de Giral, a visita foi na propriedade de Joaci, onde os agricultores puderam conhecer sua família, a criação de abelhas apis, a fabricação caseira de queijo de cabra, a criação de cabras em aprisco suspenso e o barreiro trincheira construído pela COFASPI através do Projeto Mais Água. A experiência de Joaci foi um motivadora para os agricultores que participaram deste intercâmbio, sua experiência na agricultura familiar e sua relação com o Semiárido serve de exemplo para aqueles/as que buscam no sertão, alternativas para uma vida cada vez melhor.

Em seguida conhecemos a casa de farinha da comunidade e a propriedade do senhor Dourival, onde, segundo ele, com muito amor preserva a agricultura tradicional de subsistência. “Aqui tem de tudo um pouco, mas além de tudo que tem plantado, tem muito amor pelo que faço”, diz seu Dourival emocionado e emocionando enquanto acrescenta que tira da roça o suficiente para ter uma vida digna e feliz. “Foi daqui que consegui tornar 2 filhos doutores”.
Na comunidade de Inácio João, as famílias conheceram a propriedade de dona Janete, mulher guerreira, agricultora experimentadora que luta pela melhoria de vida dos produtores rurais.  Em sua propriedade, ela recebeu uma cisterna calçadão do P1+2 a três anos. Hoje ela cultiva hortaliças com canteiros de lona sem alvenaria, produz temperos orgânicos com produtos cultivados em sua propriedade, onde vende na Feira Agroecológica de Caém, que também é fruto da COFASPI. Ela ministra cursos para outras agricultoras que tenham interesse em disseminar a receita do tempero. Além disso, dona Janete agrega valores a sua renda com a fabricação de sabonetes com ervas medicinais produzidas em sua propriedade. Janete é um exemplo de que é possívelviver bem no semiárido. Durante a visita, houve muito bate-papo e trocas de experiências, além de muita animação, que tornou o momento ainda mais agradável e produtivo.
Mais tarde, os grupos retornaram das visitas, para socializar os conhecimentos adquirindo, saberes e sabores a partir das visitas, além de apresentar elementos que caracterizam as comunidades e propriedades visitadas. E assim, com alegria e cantoria foi realizada uma mística de encerramento.

A noite foi celebrada com uma belíssima caminhada ao som da banda de pífanos pelas ruas da Praça da Missão/Jacobina, chegando ao espaço da Concha Acústica, onde agricultores/as, membros da COFASPI integrados aos demais participantes puderam assistir e participar do samba de roda e do forró pé de serra, característico da cultura popular. Experiências essas, mostram que a convivência no Semiárido vai além do acesso à água e agricultura familiar, mas envolve também o resgate e a valorização das manifestações culturais populares, que são riqueza do nosso Semiárido.



Celebrando as conquistas de um Semiárido rico em possibilidades!
 

Comunicação Popular da COFASPI